Dúvidas

Perguntas mais freqüentes apresentadas pelos leitores ao nosso site.

1. Pessoas com problemas no coração podem fazer implantes?

Sim, mas os pacientes com histórico de problemas no coração precisam ser avaliados previamente pelo cardiologista que o acompanha, que deverá estar ciente e autorizar o procedimento cirúrgico, para total segurança do paciente. O especialista em implantes e o cardiologista deverão definir juntos o momento adequado para a realização da cirurgia, assim como cuidar da medicação a ser utilizada.

2. Fumantes podem fazer implantes?

Sim. Os implantes atuais apresentam inovações que permitem altos índices de sucesso clínico em pacientes fumantes. Entretanto, caso possível, sugere-se evitar ou diminuir ao máximo o consumo de cigarros no período pós-operatório.

3. Quanto custa o tratamento com implantes?

O tratamento com implantes tem sido muito difundido atualmente por seu alto grau de sucesso, tornando-o cada vez mais acessível financeiramente. Consulte o seu especialista para um perfeito diagnóstico e planejamento financeiro de seu caso.

4. Até quantos anos o paciente pode fazer implantes?

Não existe um limite de idade para a realização dos implantes. Desde que o paciente esteja saudável e apresente estrutura óssea adequada, poderá se submeter ã cirurgia. Todos os pacientes deverão ser avaliados previamente pelo especialista e exames complementares podem ser necessários para o correto diagnóstico e plano de tratamento.

5. Já vou sair da cirurgia com os meus dentes na boca?

Sim. Antes da cirurgia de colocação dos implantes é feito um molde para o estudo do caso e a definição pela melhor técnica a ser empregada para cada caso. Em muitos casos é realizada a prótese sobre o implante imediatamente após a cirurgia (carga imediata) devolvendo a estética e a função. Para os casos onde não é possível utilizar este tipo de técnica. dentes provisórios fixos ou removíveis podem ser utilizados.

6. Pacientes com diabetes podem fazer implantes?

Sim, desde que o diabetes esteja controlado pelo endocrinologista no momento da cirurgia. O diabetes aumenta o risco de infecção pós-operatória, assim como pode retardar a cicatrização. Também neste caso, a cooperação entre o especialista em implantes e o médico que acompanha o paciente será fundamental para o sucesso do tratamento.

7. A partir de que idade crianças podem fazer implantes?

As crianças podem fazer implantes após terem concluído o seu ciclo de crescimento. Uma avaliação radiográfica das mãos do paciente poderá indicar com precisão a idade óssea e se o mesmo já pode realizar procedimentos cirúrgicos com implantes.

8. Existe risco de rejeição dos implantes?

Não. O titânio utilizado na produção dos implantes é biologicamente aceito pelo organismo, não havendo risco de rejeição.

9. Poderei me alimentar normalmente com os implantes?

Sim. Após a conclusão do tratamento, não haverá limitações alimentares. Alimentos excessivamente duros deverão ser evitados.

10. Meus dentes terão aparência normal?

Sim. Uma das grandes vantagens do tratamento com implantes é a possibilidade de realização de próteses com alto nível estético e funcional. Um tratamento realizado com sucesso devolverá a aparência normal à dentição.

11. Quanto tempo demora a cirurgia de implantes?

O tempo gasto durante o procedimento cirúrgico de implantes varia de acordo com a complexidade do caso. Usualmente são procedimentos pouco demorados, sendo que a cirurgia para a colocação de um implante demora menos que 1 hora.

12. O tratamento com implantes dentários é definitivo?

O tratamento com implantes osseointegrados já é utilizado há mais de 45 anos e os resultados a longo prazo possuem altos índices de sucesso. Para que o resultado possa ser mantido, é fundamental a realização da higiene bucal diariamente e de maneira adequada, além de retornos periódicos ao especialista.

13. A cirurgia de implantes dói ou incha muito?

A cirurgia de implantes costuma ter um pós-operatório com mínimo desconforto. Procure seguir as recomendações do especialista e utilize a medicação conforme prescrição.

14. Quanto tempo preciso ficar afastado do meu trabalho para fazer os implantes?

A cirurgia de implantes normalmente tem um pós-opertório muito bom, sendo que na maioria dos casos, o paciente deverá ficar afastado de suas atividades de 1 a 3 dias. A recomendação de repouso após a cirurgia, evitando esforços físicos, exposições ao sol e movimentos bruscos, além de seguir as recomendações do especialistas, colabora para uma pronta recuperação.

Você tem alguma dúvida?